Photo: Michelin

Notice: Undefined variable: html in /home/prego/pregoafundo.com/modules/mod_specialhtml/mod_specialhtml.php on line 44
O SHOW DE LOEB E O ABANDONO INESPERADO DE MEEKE
Sábado, 07 Abril 2018 00:00

ThumbnailEnquanto Sébastien Loeb e Daniel Elena, que partiram hoje em Rally 2 e foram autores de três melhores tempos em seis possíveis, projetaram bem alto as cores do Citroën Total Abu Dhabi WRT, Kris Meeke e Paul Nagle foram, infelizmente, vítimas de uma saída de estrada na última Especial do dia, quando ocupavam um expresssivo segundo lugar.

Atravessando de um lado ao outro as paisagens remotas de Cap Corse, a primeira Especial do dia (35,61 km), totalmente inédita no rali e particularmente rápida, prometia ser renhida. O mesmo se pode dizer da Especial que se seguiu, igualmente nova no programa, que se disputou na região de Désert dês Agriates, a sudoeste de Saint Florent, em estradas mais rápidas, quase com um circuito.

Foi neste exigente piso que Sébastien Loeb e Daniel Elena, que partiram hoje de manhã em Rally 2 após o seu percalço de sexta-feira, resolveram recordar a todos os seus dotes únicos em estrada, vencendo as duas primeiras Especiais do dia. A dupla nove meses campeã do mundo da modalidade foi ainda mais longe ao vencer uma terceira Especial da parte da tarde, de um total de seis Especiais desta segunda Etapa. Com isto, Loeb e Elena totalizaram nada menos de 912 melhores tempos no WRC! Uma prova inequívoca de que o seu nível competitivo está intacto, bem como do elevado grau de performance do C3 WRC na Córsega.

Igualmente motivado na primeira Especial da Etapa, como comprovou a obtenção do terceiro melhor tempo, a apenas 1,9 segundos do seu famoso colega de equipa ao longo dos 35 km do troço, Kris Meeke teve, depois, uma manhã de altos e baixos, mas, mesmo assim, conseguiu segurar o terceiro posto. A Assistência intermédia permitiu ao Citroën Total Abu Dhabi WRT ajustar com precisão o set-up do seu C3 WRC tendo em vista as segundas passagens da parte da tarde. Kris tinha acabado de se juntar a Neuville no segundo lugar à Geral, quando um erro numa nota de navegação fez o piloto entrar depressa demais numa, o que fez o carro sair da estrada na última Especial do dia.

Amanhã (domingo), corre-se a última Etapa e os concorrentes têm pela frente mais um forte desafio, até porque é a Especial mais longa de toda a prova. Trata-se de uma maratona de 55,17 km, entre Vero, Sarrola e Carcopino, dos quais 48,21 km são totalmente novos, tal como nova é a Power Stage que se realiza a seguir.