Photo: Michelin

Notice: Undefined variable: html in /home/prego/pregoafundo.com/modules/mod_specialhtml/mod_specialhtml.php on line 44
REGRESSO EM GRANDE DE LOEB, MEEKE SEMPRE MUITO COMPETITIVO
Sábado, 10 Março 2018 00:00

ThumbnailRepartindo, entre si, nada menos de quatro vitórias nas Especias, as formações do Citroën Total Abu Dhabi WRT foram uma das forças dominantes no primeiro dia de competição a sério. Enquanto Sébastien Loeb e Daniel Elena terminaram o dia no segundo posto à Geral, confirmando que o seu talento está intato, Kris Meeke e Paul Nagle completaram a Etapa no quarto lugar, mantendo-se a postos para lutar pelos lugares do pódio.

 

A primeira etapa verdadeiramente competitiva foi um dia repleto de superlativos: 155,15 km cronometrados em nove Especiais, temperaturas no solo de quase 45 graus e uma altitude 2.739 m acima do nível do mar na Especial de Ortega. Por outras palavras, um verdadeiro desafio de peso, tanto para as formações como para as mecânicas.

Nestas condições extremas, dois homens – Sébastien Loeb e Daniel Elena – mostraram estar em impressionante forma, pois a dupla protagonizou um regresso em grande ao WRC! Após a obtenção do terceiro tempo mais rápido na Especial de abertura, a dupla que já foi nove vezes campeã do mundo de ralis registou, logo de seguida, o segundo melhor tempo na ES4, a apenas 1,9 segundos do vencedor. Loeb e Elena aproveitaram da melhor forma o seu 11º lugar na ordem de partida para a estrada, e chegaram à Assistência Intermédia no terceiro lugar à Geral. Contudo, da parte da tarde, a formação aumentou ainda mais o seu ritmo aos comandos do C3 WRC, e foram os mais rápidos em duas Especiais sucessivas (ES7 e ES8) – as suas primeiras vitórias em Especiais desde o Rali de Monte Carlo de 2015 – e subiram para o segundo posto à Geral. O seu desempenho foi ainda mais impressionante dado que El Chocolate, onde venceram a sua primeira Especial deste rali, foi um dos troços totalmente novos deste fim de semana.

Com uma posição ligeiramente menos favorável na ordem partida para a Etapa, Kris Meeke e Paul Nagle protagonizaram também um excelente início de prova, obtendo a primeira das quatro vitórias nas Especiais de ontem. Porém, a sua ousada escolha de pneus (3 Michelin de piso macio e 2 de piso duro) acabou por não compensar, pois o restante percurso exigia cinco pneus de piso macio. Mesmo assim, os vencedores do rali do ano passado chegaram à Assistência Intermédia em terceiros à geral. Meeke e Nagle arrancaram da melhor forma para as segundas passagens durante a tarde, vencendo mais uma Especial, o que confirmou a sua boa forma, mas os piões em dois troços consecutivos  (ES7 e ES8) ditaram a sua descida para o quarto posto à Geral. Uma posição que garante um bom lugar (5º) na odem de partida para Etapa de hoje (sábado) e que – tal como Loeb e Elena, que partem do quinto lugar  – os mantém na mira de um lugar no pódio.

Contudo, existem ainda muitas dificuldades pelo caminho. A Etapa de sábado compreende mais nove Especiais, percorridas ao longo de mais de cento e quarenta quilómetros.