Photo: Michelin

Notice: Undefined variable: html in /home/prego/pregoafundo.com/modules/mod_specialhtml/mod_specialhtml.php on line 44
Crónica de Mário Castro : “Não foi o rali que desejávamos…"
Quinta, 25 Outubro 2012 22:48

ThumbnailPara o rali de Mortágua fomos “obrigados” a mudar de carro devido à venda do Mitsubishi com o qual tínhamos participado nas últimas duas épocas.

 

De entre as opções que poderíamos tomar, optamos pelo Subaru Impreza R4 da equipa ARC pois tínhamos a garantia de um carro competitivo e bem assistido.

Devido à tardia definição, não conseguimos fazer os km desejados com o novo carro mas ainda assim foram os suficientes para conseguirmos um bom nível de andamento logo de início.

Perante uma época que não estava a correr nada bem, fomos para o rali de Mortágua com a intenção de fazer um bom rali, mas essencialmente terminar pois infelizmente tem sido uma coisa rara nos últimos anos. É claro que se víssemos que estávamos em situação de lutar pela vitória não iriamos baixar os braços e faríamos tudo para a conseguir.

Logo na abertura do rali fizemos uma má escolha de pneus (intermédios) porque na nossa altura de saída do parque de assistência começou a cair alguma chuva e não quisemos arriscar, mas infelizmente a especial acabou por se encontrar seca e perdemos algum terreno para o Ricardo Moura.

Sábado era outro dia de prova e tudo seria possível, mas mais uma vez a nossa falta de quilómetros em competição, aliada a algum desconhecimento do Subaru fez-nos perder alguns segundos importantes para o líder do rali. Ainda assim, e mesmo com a possibilidade de vitória quase posta de parte, estávamos contentes com a nossa prestação e essencialmente motivados para tentar evoluir e continuar a pressionar o Ricardo e o Miguel Barbosa só que mais uma vez a sorte não esteve do nosso lado e um problema com o acelerador do Subaru deixou-nos parados mais de 6 minutos na 2ª especial do dia, terminando com todas as nossas esperanças num bom resultado.

Para a parte da tarde fizemos um esforço para continuar motivados, mas não é nada fácil depois dos sucessivos problemas que temos tido e numa altura em que o máximo que poderíamos aspirar era não ficar em último do rali. Fizemos um bom tempo no 1º troço da secção mas o carro não estava a ter um comportamento neutro devido a mais um problema “anormal” que foi um dos pneus do carro com defeito originando uma sobreviragem excessiva.

Optamos por levar o carro até ao fim do rali e tentar divertirmo-nos dentro do possível, acabando numa modesta 9ª posição da geral.

Agora que o nosso programa de provas para o CPR 2012 chegou ao fim temos de olhar para o futuro e nunca perder a esperança que o próximo dia será melhor…

Para finalizar, não posso deixar de agradecer todo o empenho e profissionalismo da Sports & You que nos assistiu o Mitsubishi ao longo do ano, demonstrando porque é uma grande equipa e também à ARC pelo trabalho desenvolvido neste rali.

Um agradecimento muito especial a todos aqueles que nos acompanharam e ajudaram de uma forma ou de outra e a todos os adeptos que nos deram o apoio moral que é sempre importante para não baixarmos os braços perante as situações tão difíceis e desmoralizadores por que passamos…

Espero estar aqui em 2013 para vos contar mais histórias dos ralis em que participar…

Cumprimentos aos leitores de pregoafundo.com

Mário Castro